Como contribuir para o INSS trabalhando por conta própria?

É importante se preocupar com os imprevistos. Se você estiver doente impossibilitado de trabalhar, ou se sofrer um acidente, ou se já estiver alcançando a idade…. são muitas as razões para contribuir e assim garantir um valor mínimo para subsistências nos tempos difíceis.

Pra pagar o INSS bastar fazer a inscrição no PIS, escolher o formato da contribuição e então preencher e pagar a GPS.

Depois do processo inicial é só repetir o pagamento a cada mês, ou no mês em que você teve rendimentos.

 Fazer a inscrição no PIS / NIT

Se você já trabalhou com carteira assinada provavelmente já está registrado. Caso não disponha atualmente do número é só procurar uma agência da Caixa. Também tem a opção de conferir o número conforme o vídeo abaixo explica.

Mas, se você nunca contribuiu pode fazer a inscrição pela Internet, pelo atendimento do 135 ou numa agência do INSS.

 Escolha o tipo e o valor da contribuição

Veja mais sobre isso aqui: Diferença entre o plano normal e simplificado 

 

Finalmente preencha a Guia da Previdência Social (GPS)

/

/

4. Pague a GPS

Quando terminar de preencher as informações, faça o pagamento da Guia da Previdência Social em banco ou lotérica. Não há uma data específica para fazer esse pagamento, mas o limite é o dia 15 do mês seguinte. Por exemplo, a prestação de agosto deve ser paga até o dia 15 de setembro. Se você perder essa data, sofrerá a cobrança de juros e multas, que podem chegar a 20% do valor devido. Para isso, acesse o Cálculo do INSS em Atraso no site da previdência para saber quanto terá que pagar.

Dá pra pagar INSS atrasado?